4 Casas Impressas em 3D espalhadas pelo mundo!

Confira nesse artigo 4 casas impressas em 3D construídas mundo a fora! Diversas empresas diferentes em países diferentes iniciaram projetos para tornar esse mundo de construção mais sustentável, rápido, prático e econômico!

1 – ICON STARTUP: AUSTIN, CAPITAL DO TEXAS.

ATRÁS
FRENTE

Em 2018, a ICON, uma startup de construção com impressora 3D, construiu a primeira casa habitável nos Estados Unidos, utilizando essa tecnologia. A casa foi construída em menos de 24 horas, utilizando uma mistura de concreto especial, com uma impressora 3D de 6 metros de altura.

 

Tim Shea, um homem de 70 anos que antes era dependente químico em heroína e morador de rua, recebeu em setembro de 2020 as chaves da primeira casinha impressa em 3D nos Estados Unidos. Com apenas 37 m², a casa foi projetada com uma divisão inteligente dos espaços e uma decoração minimalista que faz com que ela pareça maior. Além disso, a casa é bem iluminada e ventilada, tornando-a muito aconchegante. Segundo Shea, os cantos arredondados fazem com que ele se sinta abraçado e acolhido.

A Icon, empresa responsável pela impressão da casa, construiu outras cinco casas com layouts diferentes, todas incluindo quarto, banheiro, cozinha, sala e varanda, e levando menos de 48 horas para serem impressas. Essas casas se somam a outras já existentes no “Community First! Village”, um bairro planejado em Austin para abrigar sem-tetos. O objetivo é acomodar cerca de 480 moradores em situação de rua.

O projeto é realizado em parceria com a Mobile Loaves & Fishes (MLF), organização sem fins lucrativos de Austin, que oferece programas de apoio para ajudar os residentes e oportunidades de emprego dentro da comunidade. A residência impressa custa a Shea 300 dólares por mês de aluguel. Jason Ballard, cofundador e CEO da Icon, afirma que o projeto busca inovar para um futuro melhor e que a solução de problemas como a falta de moradia deve ser pensada de maneira radical. Para Alan Graham, fundador da MLF e incorporador imobiliário, o projeto permite que populações vulneráveis, como os sem-teto, tenham acesso a casas inovadoras e exclusivas.

 

2 – UNIVERSIDADE DE NANTES: NANTES, FRANÇA.

Uma revolução em como as pessoas vivem pode ter dado seu primeiro passo em Nantes, na França. A família Ramdani acaba de se tornar a primeira a morar em uma casa construída com impressora 3D. A casa em Nantes, França, foi projetada pelo arquiteto Benoit Furet, da Universidade de Nantes. A casa foi construída em 54 horas utilizando uma impressora 3D de 6 metros de altura e 20 metros de largura.

A casa possui 95 metros quadrados e é composta por cinco quartos, uma sala de estar, uma cozinha e uma área de estar externa. A impressora 3D utilizada para construir a casa deposita camadas de concreto em um padrão pré-determinado para criar as paredes, pisos e tetos da casa.

Foi projetada para ser sustentável e tem um sistema de aquecimento e resfriamento eficiente em termos energéticos. Além disso, a casa também tem um sistema de coleta de água da chuva para uso em atividades domésticas.

A equipe de construção trabalhou em estreita colaboração com a empresa de construção Yhnova e o Centro Científico e Técnico de Construção (CSTB) para garantir que a casa atendesse aos requisitos de segurança e qualidade.

A construção da casa impressa em 3D em Nantes é um exemplo de como a tecnologia de impressão 3D pode ser usada na construção de casas eficientes em termos de energia e mais sustentáveis. É possível que, no futuro, mais casas sejam construídas com essa tecnologia avançada.

3 – WINSUN: TONGZHOU, DISTRITO DE PEQUIM.

FRENTE
ATRÁS

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Em 2016, a empresa chinesa Winsun construiu uma casa com 3D impressão em Pequim. A casa de dois andares foi impressa em 45 dias usando concreto reciclado de construções demolidas. A impressora usada mede 6,6 metros de altura, 10 metros de largura e 150 metros de comprimento, permitindo que grandes peças de concreto sejam impressas em alta velocidade.

A casa tem uma área de 110 metros quadrados e possui design futurista, com formas curvas e elementos arredondados. A construção foi uma prova de conceito da tecnologia de impressão 3D na construção civil, com o objetivo de criar edifícios mais eficientes e sustentáveis, além de reduzir custos e tempo de construção.

O projeto foi desenvolvido em parceria com o governo chinês, que busca incentivar o uso de tecnologias inovadoras na construção civil. A empresa Winsun pretende expandir a tecnologia para construir edifícios mais altos e complexos no futuro.

 

4 – MIGHTYBUILDS: DISTRITO DA CALIFORNIA, EUA.

Você pode viver em uma casa construída por impressoras 3D. Na Califórnia, nos EUA, duas empresas estão liderando a construção do primeiro bairro do país completamente composto por moradias impressas em 3D. A parceria entre a Palari, um grupo de desenvolvimento imobiliário sustentável, e a Might Buildings, responsável pela construção, transformará 20 mil metros quadrados em uma comunidade planejada com 15 casas na cidade de Rancho Mirage, a leste de Los Angeles. As casas têm aparência moderna, podem ter até três quartos e dois banheiros e os cômodos são customizáveis, com alguns “acessórios” opcionais, como piscina, lareira e área de lazer.

O processo de construção dessas casas é altamente sustentável. Os diretores da empresa afirmam que ele requer um trabalho humano 95% menor e produz apenas 10% dos resíduos gerados ao construir uma casa convencional. As casas são criadas em um grande armazém em Oakland, onde fica a sede da empresa, e até 80% da construção pode ser automatizada. Impressoras 3D do tamanho de uma garagem utilizam um material que endurece rapidamente, o que permite que a impressão seja feita em um tempo mais curto, levando de dois a quatro meses para ficar pronta.

O modelo básico chamado “Studio” custa pouco mais de US$ 187 mil (cerca de R$ 1 milhão) e inclui um banheiro, uma sala e 32 metros quadrados. As moradias maiores e mais luxuosas, com mais de 100 metros quadrados, três quartos, dois banheiros e área de lazer, podem chegar a até US$ 950 mil (R$ 5,3 milhões), dependendo da quantidade de itens opcionais.

Os compradores desejados pelos investidores são pessoas da classe média que ainda não possuem casa própria e esperam por uma oportunidade para sair do aluguel. O investimento inicial está longe de ser barato, mas ainda assim é muito mais viável do que comprar uma casa convencional nas imediações de Los Angeles. Para o chefe de sustentabilidade da Might Buildings, Sam Ruben, os compradores provavelmente serão professores, bombeiros e outras pessoas que servem a comunidade, mas nunca tiveram a chance de adquirir uma casa devido ao mercado imobiliário instável da Califórnia.

Você pode comprar suas moradias através do site da Mighty Buildings em uma variedade de diferentes tamanhos e configurações.

Fique por dentro das novidades do mundo da impressão 3D, nos acompanhe nas redes sociais, disponibilizamos vários conteúdos interessantes e criativos!

Deixe um comentário

Compartilhe!

Facebook
Twitter
WhatsApp

Últimas Notícias

Últimas Notícias

Notícias

Saturn 3 Ultra Redefine os Padrões

    A Saturn 3 Ultra, a mais recente adição ao mercado de impressão 3D, está redefinindo os padrões de qualidade e eficiência. Assim, equipada

Ler mais
Notícias

Modder Cria Mini PC Impresso em 3D

Jean Roberto de Iacovo criou um mini PC Impresso em 3D para seu gabinete. Muitos certamente apreciarão o computador Impresso em 3D, que tem aproximadamente

Ler mais
Carrinho de compras0
Seu carrinho está vazio =(
Continuar Comprando
0